BLOG

Índice de Maturidade da Coalizão Empresarial: o que é e como usá-lo

Como medir o quanto uma empresa ainda precisa caminhar na longa jornada de iniciativas de direitos humanos e no desenvolvimento de metas dentro da causa do enfrentamento da violência contra a mulher? Como avaliar o quanto já foi alcançado e quais ações, ainda, devem ser tomadas? 

Diante desse desafio - o de mensurar conceitos tão intangíveis - foi que o time do Instituto Avon, empresa fundadora da Coalizão pelo Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas, criou o Índice de Maturidade Corporativa em relação ao Compromisso Empresarial com o Enfrentamento à Violência contra Mulheres e Meninas. "Víamos muitos líderes sem saber onde eles se encontravam dentro do contexto geral da causa, sem parâmetros para avaliação e, principalmente, para estabelecimento de metas. O Índice de Maturidade foi feito com esse foco: o de facilitar a autoavaliação de cada empresa e, de forma mais lúcida e racional, vermos concretamente onde queremos chegar como todo", afirma Daniela Grelin, diretora executiva do Instituto Avon. 

Veja como funciona:

1) As empresas signatárias recebem e preenchem um questionário enviado pelo Instituto Avon; 

2) Com base nas respostas, elas são classificadas em níveis: Iniciante, Reativo, Estratégico e Inovador. 

3) Depois dessa fase, na qual estamos atualmente, vamos traçar o Mapeamento das Experiências, isto é, conhecer os gargalos das organizações que estão no nível inicial.

4) Depois, seguiremos para a fase de Compartilhamento de Boas Práticas e Estudos de Caso. 

5) E, por fim, será feito o estabelecimento de metas de transformações e a revisão de diagnósticos das empresas, para analisar a evolução delas. 

"Achamos importante criar um sistema de monitoramento das ações. A Organização Internacional do Trabalho reconhece o direito de todos a um mundo de trabalho livre de violência e assédio - incluindo violência de gênero -. E, não garantir que isso aconteça, pode configurar uma violação ou abuso dos direitos humanos", afirma Beatriz Accioly, coordenadora da causa de Violência do Instituto Avon. 

Para saber mais sobre esse tema, acesse: 

CEASE: https://cease-project.eu/european-corporate-network/


Materiais para começar o trabalho 

Muito pode ser feito mesmo antes de se ter a avaliação do Índice de Maturidade em mãos para promover o maior conhecimento sobre o tema da violência e assédio contra a mulher dentro das empresas. Para se aprofundar no tema, clique aqui e veja as dicas de Regina Célia Barbosa, gerente de Causas do Instituto Avon, sobre o que ler, ouvir e assistir para saber mais sobre o assunto.

Outro material importante para consulta acaba de ser lançado: a Cartilha de Prevenção ao Assédio Moral, desenvolvida pelo Tribunal Superior do Trabalho. Ela busca explicar os tipos de assédio moral - interpessoal, institucional, vertical, horizontal, misto -, dá exemplos práticos, lista as características que configuram o assédio, analisa as causas, e apresenta medidas para prevenir, agir e combater o assédio moral dentro da empresa para que todos tenham um ambiente de trabalho seguro e positivo. 

Clique aqui e acesse a Cartilha de Prevenção ao Assédio Moral.

0 Comentário(s)

Últimas(s)

CONTATO

Para ter mais informações sobre a Coalizão Empresarial pelo Fim da Violência contra Mulheres e Meninas, envie um e-mail para coalizaoempresarial@avon.com ou preencha os campos abaixo. Em breve, entraremos em contato.

*
*
*
* Campos obrigatórios.

Usamos cookies para ajudar a personalizar conteúdo, adaptar e oferecer uma experiência mais segura para você. Ao usar o site, você concorda com a utilização de cookies para coletar informações dentro e fora dele. Leia nossa Política de privacidade para saber mais ou acesse as "Preferências de cookies" no seu navegador para gerenciar suas configurações.